当前位置: 网站首页  >> 中国新闻  >> 查看详情

2018“欢乐春节”新闻发布会顺利召开!

来源: 西非在线  日期:2018-02-02 20:04:02  点击:96 
分享:



Diário de Notícias

Santana Carlos (CML) Shu Jianping (embaixada da China) e Choi Man Hin ( Associação dos Comerciantes e Industriais Luso Chinesa)

Comunidade chinesa celebra em Lisboa, Lagoa e Póvoa do Varzim

Este é o ano do Cão para os chineses, período que se inicia a 16 de fevereiro. No fim de semana anterior (dias 10 e 11), e pela quinta vez, as celebrações têm o ponto alto no Martim Moniz (Lisboa), numa organização da Embaixada da República Popular da China e da Camara Municipal de Lisboa. O Teatro São Carlos associa-se pela primeira vez aos festejos, dando início às comemorações, dia 8, com a atuação dos monges do Templo Shaolin da Montanha Song.

"Estamos a construir uma grande ponte entre a China e Portugal, mas estas celebrações demonstram também o interesse do povo português pela China", sublinhou Jianping, conselheiro cultural da embaixada chinesa, ontem na apresentação do programa de Lisboa. Garantiu que os chineses estão interessados em Portugal e a prova é que a edição do ano passado teve direito a espaço nas televisões e nos jornais da China. "As nossas civilizações têm uma história comum de cinco séculos", disse, acrescentando que contam com Macau no estreitamento destas relações.

Santana Carlos, consultor diplomático da Camara Municipal de Lisboa, salientou o aumento do número de chineses na capital portuguesa, o que justifica o apoio da autarquia. "A comunidade chinesa é significativa, há um conjunto de iniciativas para celebrar o Novo Ano chinês que temos muito gosto em apoiar." O investimento financeiro fica a cargo dos empresários chineses, representados por Choi Man Hin, presidente da Associação de Comerciantes e Industriais Luso-Chinesa, e de uma seguradora portuguesa.

Noite da China é o nome do espetáculo do Teatro Nacional de São Carlos e que, além dos monges do Templo Shaolin, tem as companhias de Canto e Dança de Zhengzhou, de Artes Performativas de Chongqiing e de Dança da Escola Secundária Pui China de Macau. Sábado e domingo, as atuações (à exceção dos monges) passam para a rua, iniciando-se com o desfile na Av. Almirante Reis e que envolve os grupo etnográficos cantares do Minho e de évora. Haverá também uma feira de produtos e de empresas chineses.

No dia 13, os monges do Templo Shaolin e a Companhia de Dança da Escola Pui Ching de Macau apresentam-se no Centro de Congressos de Arade, em Lagoa. E a 16, primeiro dia do Ano Novo chinês, a companhia de dança de Macau atua no Casino da Póvoa de Varzim. O ano do Cão termina a 4 de fevereiro de 2019.
Mais de 140 países envolvendo 500 cidades celebraram em 2017 o Feliz Ano Novo Chinês, nome que o governo chinês deu ao projeto iniciado em 2010 para divulgar a sua cultura.

相关新闻

    暂无信息